Turismo de Portugal: 60 milhões e consultoria para apoiar empresas do setor

Apoio financeiro a microempresas, consultoria online e suspensão dos reembolsos devidos são algumas das medidas anunciadas pelo Turismo de Portugal para mitigar as consequências do Covid-19 no setor

Além de uma linha de apoio financeiro para microempresas, o Turismo de Portugal reforça as equipas de apoio às Empresas, disponibiliza um serviço de consultoria online e suspende os reembolsos no âmbito dos apoios concedidos com recurso a verbas próprias. Estas são algumas das “primeiras medidas de apoio ao setor que o Turismo de Portugal está a implementar para minimizar o impacto da redução temporária dos níveis de procura na atividade turística”, informa a entidade em comunicado.

Com uma dotação de 60 milhões de euros, a Linha de Apoio à Tesouraria para Microempresas do Turismo dirige-se a empresas ou empresários em nome individual com menos de 10 postos de trabalho e cujo volume de negócios anual ou balanço total anual não exceda os 2 milhões de euros, com atividade em território nacional e certificação PME, esclarece o TP.

O cálculo do apoio financeiro tem em conta o número de trabalhadores existente na empresa em fevereiro de 2020, multiplicado por €750 por cada trabalhador e pelo período de três meses, até ao montante máximo de 20 mil euros por empresa. Este apoio não vence juros e é reembolsado no prazo de 3 anos, incluindo um período de carência de 12 meses. As candidaturas são submetidas através de formulário a disponibilizar no Portal Business do Turismo de Portugal que ficará disponível nos próximos dias, adianta a entidade.

No que respeita à suspensão de reembolsos, a medida tem efeitos imediatos e prende-se com a “suspensão, por 12 meses, dos reembolsos no âmbito de projetos apoiados pelo Turismo de Portugal, com recurso a verbas próprias, no âmbito dos programas JESSICA, Linha de Apoio à Qualificação da Oferta (na parte do Turismo de Portugal) e Valorizar”.

As empresas do setor podem ainda contar com uma equipa de apoio técnico às empresas, num programa de consultoria online desenvolvido pelas Escolas do Turismo de Portugal. A iniciativa envolve 60 formadores, disponíveis para “ajudar a identificar medidas individualizadas para cada área de negócio (marketing, CRM, operacional, financeiro, etc.) e colaborar na sua implementação, contribuindo para minimizar o impacto dos planos de contingência COVID-19”, sublinha a entidade. As empresas poderão aceder a este programa nos portais do Turismo de Portugal “Business” www.business.turismodeportugal.pt e “Escolas” www.escolas.turismodeportugal.pt, preenchendo o formulário online Suporte Online | Empresas de Turismo ou através do endereço escolasonline@turismodeportugal.pt.

Tanto as soluções já apontadas como as que serão implementadas no futuro, são “suportadas pela Estratégia Turismo 2027”, dirigindo-se tanto a Colaboradores do Setor – no caso dos apoios dados às Empresas e Empresários em nome individual, como aos Turistas – com informação e comunicação direta com Turistas estrangeiros e nacionais que se encontrem ou pretendam realizar viagem pelo país bem como com turistas nacionais que tenham questões relacionadas com uma viagem ao exterior e ainda aos Locais (no apoio que o Turismo de Portugal enquanto organismo público em associação com as Empresas e as Associações do Setor pode dar à Sociedade, estimulando e exercendo o papel que o Turismo pratica enquanto “força para o bem”), sublinha a organização.

 

Fonte: Boa Cama Boa Mesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *