Serra da Estrela: Com cascata privativa, as Casas da Lapa convidam a descansar na aldeia

Na Lapa dos Dinheiros há um renovado turismo de natureza que goza do som da água como banda sonora. Nas Casas da Lapa, a natureza é quem manda.

Mais do que nunca, partir à descoberta do território isolado e tranquilo circundante à Serra da Estrela parece um convite irresistível. As renovadas casas da Lapa oferecem espaço, silêncio, uma ligação única com a natureza envolvente e uma cascata privativa, a par de duas piscinas panorâmicas são motivos de sobra para se pôr ao caminho.

 

 

Em pleno Parque Natural da Serra da Estrela a 700 metros de altitude, o ar é puro e o espaço abundante. Num cenário tranquilo e isolado, dominado pelo silêncio encontra-se a Aldeia de Montanha da Lapa os Dinheiros. Foi aqui que nasceu Nuno Bravo, um dos proprietários das Casas da Lapa que reabriram recentemente com equipamentos que tornam a estadia neste cenário de sonho ainda mais apetecível. Quartos panorâmicos, Spa e biblioteca são alguns dos acrescentos feitos a este resort de natureza que recria os prazeres do mundo rural com todo o conforto contemporâneo. O contacto direto com a natureza envolvente tem agora um acrescido motivo de interesse: a integração de uma cascata natural no espaço de relaxamento da unidade. Em plena fruição com a Natureza, nas duas piscinas panorâmicas exteriores – a que acresce uma interior – é possível ouvir a água das levadas que cai em abundância.

 

 

No recente Spa, a ligação aos elementos exteriores é também uma constante: baseia-se em aromaterapia personalizada, encontrando para cada visitante os óleos essenciais endógenos que melhoram respondam às suas necessidades de bem-estar.

Igualmente nova, a Biblioteca das Casas da Lapa, mais do que um simples espaço de leitura, merece uma visita pela ligação à terra. Aqui se reinterpretam as antigas buracas existentes na aldeia. Uma espécie de grutas escavadas na rocha das casas que serviam para salgar as carnes ou guardar utensílios.

Depois de um dia de passeio na serra ou de renovador dolce fare niente, nada melhor que retemperar energias com pratos típicos da gastronomia serrana servidos no restaurante da unidade.

Além dos 15 alojamentos, dos quais oito são suítes (desde €140), o empreendimento oferece Spa com aromaterapia, três piscinas (uma interior e duas exteriores panorâmicas), biblioteca e restaurante dedicado à gastronomia regional.

 

 

As Casas da Lapa (Rua da Eira de Costa, 10, Lapa dos Dinheiros, Seia. Tel. 934560401) abriram em 2005, na altura com a recuperação de uma casa de aldeia datada de 1832. Em 2020, as obras de ampliação vieram conferir ainda mais interesse a este refúgio de aldeia que promete “um ‘desconfinamento’ seguro, responsável e exclusivo”.

A ampliação resulta da recuperação de seis casas a que se acrescentou uma nova estrutura edificada, que preserva os materiais tradicionais da região, como o granito e a madeira. “Na parte nova que agora inauguramos, a arquitetura tentou reinterpretar aquilo que já existe que são as casas altas, brancas. Tentamos assim ganhar espaço em altura, sem desvirtuar nem causar ruído na paisagem natural da própria aldeia”, explica Maria Manuel, uma das proprietárias das Casas da Lapa.

Assinado pelo arquiteto Jorge Teixeira Dias, o projeto de ampliação privilegia o contacto entre interior e exterior, com uso de materias endógenos, aberturas amplas nos quartos e terraços com vista desafogada para a encosta da Serra ou para o bosque de castanheiros densos e pinhais envolventes.

 

 

Fonte: Boa Cama Boa Mesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *