Os Alacantos lançam “Aqui pra você”, nas principais plataformas

De formação artística extremamente eclética, com influências que vão desde Amália Rodrigues a Mariza, de João Braga a Salvador Sobral, que “Os Alacantos”, dupla formada pela atriz Laura e pelo músico Tauã, farão o lançamento da nova música “Aqui pra você”, na sexta 28 de agosto, pelas plataformas spotify, apple music e dezzer.

 

Especialmente para o Sou Portugal, Laura concedeu-nos uma entrevista contando a trajetória de “Os Alacantos”. Confira!!!

 

Sou Portugal – Como o projeto “Os Alacantos” surgiu?

Laura / Os Alacantos – Nós nos conhecemos em uma peça de teatro. A Laura como atriz e o Tauã como músico. Surgiu uma oportunidade de um pequeno show (que acabou não se concretizando) e, ao ensaiarmos, a afinidade musical se tornou evidente. As primeiras composições surgiram naturalmente, quase sem querer, como consequência desses encontros. Meses depois, nos demos conta de que além de parceiros musicais, estávamos apaixonados. O embrião do projeto “Os Alacantos” germinou logo em seguida, ao percebermos que já tínhamos pelo menos umas dez composições em comum.

 

Sou Portugal – Existem há quanto tempo?

Laura / Os Alacantos – Há oito anos. Começamos a nos apresentar para o público no final de 2012, mas ainda não tínhamos sido batizados com o nome de “Os Alacantos”, nem havíamos publicado nenhum material nas plataformas de streaming. Não havia nada gravado até então. Nosso primeiro nome foi “Acanto”, por causa de uma planta linda que tínhamos, chamada Acanto Grego. Mas no fundo a gente sabia que esse ainda não era ‘O Nome’. Então, muito mais tarde, em 2016, quando finalmente gravamos nosso primeiro single, “Maré Cheia”, o produtor sugeriu: “Acanto” é muito sério, porque vocês não usam Alacantos? O nome pegou. Entretanto, oficialmente, para a indústria musical, “Os Alacantos” existem desde janeiro de 2019, que foi quando lançamos nosso primeiro EP, Canções de um Relacionamento Feliz.

 

Sou Portugal – Já participaram de festivais? Quais?

Laura / Os Alacantos – Já participamos de alguns festivais.  Destacamos o “Talentos Fenae”, no qual conquistamos a segunda colocação em 2018 e a terceira em 2019 na categoria interpretação.

 

Sou Portugal – Já fizeram parceria com algum artista? Qual(is)?

Laura / Os Alacantos – Sim, algumas das nossas músicas lançadas são fruto de parcerias, como Vem Cá e Paz, amor, Petit Gateau, Bonsai. Aqui no Rio de Janeiro, há um movimento muito potente de artistas independentes. Acreditamos que a multiplicidade de vozes enriquece o artista e suas obras. Um dos nossos encontros mais prolíficos foi com os gregos Sotoris Karamesinis e Panus Deligiannis, diretores de teatro e cinema, respectivamente. Por meio desse trabalho, fizemos a trilha original de uma peça e de um filme chamado Príncipes Felizes, que coleciona prêmios e indicações pelo mundo. O longa metragem surgiu de uma peça de fim de ano em uma ONG chamada Solar Meninos de Luz, que acolhe crianças das comunidades Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, na qual trabalhamos junto com a Musa Cia Teatral dando aulas de teatro e musicando os espetáculos.

Nossa formação artística é extremamente eclética. E a música portuguesa nos toca, desde Amália Rodrigues a Mariza. De João Braga a Salvador Sobral.

Sou Portugal – Como estão os trabalhos, o convívio e as composições, em virtude da pandemia?

Laura / Os Alacantos – O contato direto com o público é o ar dos artistas de performance. Por isso o isolamento social, além de ter um profundo impacto econômico, nos impôs a necessidade de reinvenção da nossa relação com a audiência. Esta limitação nos põe a refletir sobre tudo que produzimos, neste momento em que estamos exilados dos palcos. A necessidade do isolamento e a possibilidade de comunicação através da internet, como em lives, mini vídeos e fotos que postamos nas redes sociais e etc., possibilitam ao público desfrutar de uma visão mais íntima de como a vida do artista se relaciona com a própria obra. E esta intimidade cotidiana é o tema abordado pela próxima música que vamos lançar em meados de agosto de 2020.

Sou Portugal – Como imagina que a música portuguesa pode influenciar no gênero musical de vocês?

Laura / Os Alacantos – Nossa forma de criar é através dos encontros, nos deixamos influenciar amplamente! Não nos consideramos pertencentes a um gênero musical definido. Acreditamos que na arte cabe de tudo e tudo agrega! Nossa formação artística é extremamente eclética. E a música portuguesa nos toca, desde Amália Rodrigues a Mariza. De João Braga a Salvador Sobral.

 

Aqui você confere o link para a nova música “Aqui pra você”https://ps.onerpm.com/AquiPraVoce

 

Foto: Guarim de Lorena

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *