fbpx
Eventos

Guitarras para Amália Rodrigues, nos Paços do Conselho

“Não sei o dia em que nasci. Nem eu, nem ninguém na minha família. Ligaram tão pouca importância ao meu nascimento, era uma família tão grande, que não sabem. Uns diziam que nasci no dia 1 de julho, outros no dia 12, outros a 4 ou a 14.  A minha avó dizia que eu tinha nascido no tempo das cerejas, que vai de maio a julho. Então eu escolhi o dia 1 de julho para fazer anos. Mais tarde, quando tive de tirar papéis para fazer exame, vinha 23 de julho. Resolvi guardar as duas datas, porque assim sempre podia fazer duas festas de anos, com um vinhito abafado e uns bolos secos.”
Hoje, a abertura das comemorações do centenário de nascimento de Amália Rodrigues a @camara_municipal_lisboa apresentou ‘Guitarras para Amália’.
Um tributo de 100 músicos de distintas gerações, ao legado universal de Amália Rodrigues, gravado nos Paços do Concelho, e transmitido online a partir das redes sociais da CML, da EGEAC e do @museudofado
O concerto será transmitido pela RTP, amanhã, dia 2 de julho.
Foto: Centenário Amália Rodrigues
Fonte: Egeac

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *