Descobrir a pé a «mais desconhecida serra de Portugal»

Caminhadas Literárias pelo Montemuro é o evento que dá a conhecer aquela serra a pé, passando por diversos cenários naturais dos concelhos de Resende, Castro Daire e Cinfães, no dia 8 de junho. Pelo meio há literatura, lanche e um baile serrano.

A proposta é fazer uma caminhada que, na prática, são três, pois cada participante escolhe a distância a trilhar. O percurso global tem 24 quilómetros, mas há duas estações intermédias, com autocarros gratuitos, prontos a recolher quem quiser interromper ou retomar o trajeto, mediante os seus interesses ou capacidade física.

A iniciativa é marcada, ainda, pela leitura de narrações, descrições e encenações teatrais assentes em obras literárias, utilizando como palco os locais onde se vai passando. O objetivo é recriar vivências serranas, figuras e atmosferas presentes nas obras de autores como Aquilino Ribeiro, Eça de Queiroz, Miguel Torga, Abel Botelho ou Amorim Girão. Este último classificou Montemuro como «a mais desconhecida serra de Portugal», em 1940.

 

Os cenários naturais da serra de Montemuro vão servir de palco a recriações teatrais.
Fotografia: DR

O arranque está agendado para as 9h00, na aldeia de Feirão, em Resende. O percurso passa depois por diferentes locais dos concelhos de Resende, Castro Daire e Cinfães, entre eles, as ruínas da muralha das Portas do Montemuro, e termina na aldeia de Aveloso, Cinfães. Aí aguardam um lanche feito de produtos da região e um baile serrano, com folclore e danças tradicionais.

A caminhada tem um grau de dificuldade moderado.
Fotografia: DR

A caminhada dura aproximadamente oito horas e tem um grau de dificuldade moderado. É assegurado transporte grátis entre as sedes dos municípios envolvidos e os pontos de partida e de chegada.

As inscrições podem ser feitas até 24 de maio, através do site da iniciativa (caminhadasliterariasmontemuro.pt). Cada participante paga 3 euros, valor que reverte na totalidade para um fundo de reflorestação do território.

Fonte: Evasões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *