19º Encontro Nacional de Tocadores de Concertina da Barrenta superou todas as expectativas

Iniciativa inédita levou música ao longo das Serras de Aire e Candeeiros e juntou milhares de seguidores online 

O 19.º Encontro Nacional de Tocadores de Concertina da Barrenta teve lugar no passado sábado, dia 26 de setembro, num formato diferente, em consequência da pandemia por Covid-19.

O dia começou pelas 9h30 no Juncal, onde já aguardavam muitas pessoas. Seguiram-se Pedreiras, Calvaria e Porto de Mós no percurso estipulado.

“O balanço é muito positivo, porque acima de tudo conseguimos tocar pessoas. Nas deslocações, muitos eram os que nos iam aguardando nas ruas, nas varandas, nas janelas. Nas paragens estipuladas as pessoas aguardavam a nossa chegada, animadas, mas sempre em segurança, com as distâncias recomendadas e as máscaras. Não conseguíamos ver os rostos, mas sentíamos que conseguimos levar alegria em tempos tão incertos como estes que estamos a viver”, explica Ricardo Pereira, responsável pelo Centro Cultural da Barrenta.

Durante a tarde o itinerário passou por Serro Ventoso, Mendiga, Arrimal, São Bento, e Alvados, conforme previsto, com o apoio de várias entidades locais, num total de cerca de 20 músicos, levando música em segurança.

“Só foi possível concretizar esta ideia, com o apoio do Município de Porto de Mós, e com todas as Juntas de Freguesia, para que pudéssemos delinear um caminho que abrangesse o máximo de pessoas possível, sem que houvesse necessidade de saírem de suas casas, mas mesmo assim pudessem desfrutar um pouco da nossa música”, esclarece o Ricardo Pereira.

O dia terminou com passagem por Mira de Aire e Alqueidão da Serra.

“Agradecemos a todos aqueles que de alguma forma tornaram possível esta iniciativa. Os objetivos eram ambiciosos, mas foram conseguidos com o apoio e empenho de todos. Foi para nós importante sentir a felicidade onde íamos passando. Esperamos que em 2021, já todos juntos na nossa pequena aldeia possamos celebrar este dia presencialmente”, concluiu o responsável.

Para quem estava fora da zona de Porto de Mós, a iniciativa Barrenta ComVIDA, brindou ainda os seguidores nas redes sociais, com quase quatro horas de música. Aceitaram participar neste encontro online, cerca de 50 grupos, oriundo de todas as zonas de Portugal, e dois grupos provenientes do estrangeiro (França e Ucrânia). Este momento musical foi visto por cerca de 30 mil pessoas.

Habitualmente, esta iniciativa realiza-se no último sábado de setembro, desde 2001, e traz à pequena aldeia da Barrenta, Porto de Mós, centenas de tocadores de concertina de todo o país. Este pequeno lugar, na União das Freguesia de Alvados e Alcaria, conta com cerca de 38 habitantes, e em 2019 acolheu mais de 500 tocadores de concertina e milhares de visitantes.  O primeiro encontro foi em 2001 e envolveu cerca de 40 tocadores, com o objetivo de poder dar “vida” a uma aldeia que só por si iria desaparecer com o passar dos anos se nada fosse feito para ter alguma visibilidade.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *