Lisboa é a 10ª cidade com melhor qualidade de vida do mundo

Capital portuguesa subiu dois lugares no ranking da revista britânica Monocle.

Lisboa entrou para o top ten das cidades com melhor qualidade de vida do mundo no ranking da revista Monocle. A capital portuguesa subiu dois lugares relativamente a 2018 e ocupa agora a décima posição, numa lista encabeçada por Zurique, que este ano tirou o primeiro lugar à cidade alemã de Munique.

“Uma cidade ensolarada que goza de uma nova energia” – é assim que a Monocle descreve Lisboa. Para já, a revista britânica, que publicou a lista através da sua newsletter, ainda não divulgou mais pormenores sobre a escolha. No ano passado, o 12º lugar atribuído à capital portuguesa foi justificado assim“Lisboa fervilha com novas pessoas e novas ideias. Os seus empreendedores continuam a abrir novos negócios e a cidade esforça-se arduamente por garantir as condições de vida dos seus residentes face às mudanças na cidade. Está a ser planeada mais habitação acessível e os velhos elétricos têm uma nova vida”.

O ranking foi agora divulgado em antecipação à Conferência anual sobre Qualidade de Vida nas Cidades que a Monocle promove em Madrid, entre 27 e 29 de junho. Há treze anos que a publicação faz o ranking das cidades do mundo com melhores condições de vida, elaborado com base em critérios como as infraestruturas ao nível dos transportes, a vida cultural, o número de espaços verdes, o custo da habitação ou o ambiente empresarial.

Este ano, Zurique (Suíça) lidera a lista, escalando da quarta posição de 2018 para a primeira. Para a Monocle, a cidade representa uma “combinação ganhadora” entre a segurança, transportes públicos “excecionalmente funcionais” e os inúmeros locais para mergulhar no lago que é a imagem de marca da cidade. E se em tempos Zurique levantava barreiras burocráticas aos empreendedores que se queriam ali instalar, a Monocle diz que a metrópole suíça deu a volta a essa situação e é agora uma incubadora de talentos. Outro ponto que levou Zurique ao primeiro lugar foi a localização e as excelentes ligações com o exterior – “A partir de Zurique pode-se viajar para qualquer lugar na Europa em poucas horas. Mas é sempre bom voltar”.

Seguem-se Tóquio (Japão), Munique (Alemanha) e Copenhaga (Dinamarca) no ranking das cidades com melhor qualidade de vida. Na quinta posição surge Viena (Áustria), depois Helsínquia (Finlândia), Hamburgo (Alemanha), Madrid (Espanha), Berlim (Alemanha) e Lisboa, a fechar os dez primeiros.

Depois, surgem na lista Melbourne (Austrália), Estocolmo (Suécia), Sidney (Austrália), Amesterdão (Holanda) e Vancouver (Canadá).

 

Fonte: DN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *