Como se legaliza um carro em Portugal

Para legalizar um automóvel em Portugal é importante que fique a saber desde já que existem uma série de custos associados e que enfrentará um processo burocrático complexo.

Após a aquisição do veículo e o seu transporte para Portugal, será necessário iniciar o processo de atribuição de matricula nacional, que é distinto conforme o veículo corresponda ou não a um modelo com homologação europeia e se se faz acompanhar de um Certificado de Conformidade (COC).

São informações importantes a obter junto do vendedor, já que, não obstante a sua inexistência não invalidar a legalização automóvel, simplificam bastante os procedimentos.

 

LEGALIZAÇÃO AUTOMÓVEL: GUIA PASSO A PASSO

1. CONFIRMAR A HOMOLOGAÇÃO DO CERTIFICADO DE CONFORMIDADE

O primeiro passo consiste em confirmar a homologação do Certificado de Conformidade do veículo no IMT – Instituto da Mobilidade e dos Transportes.

Caso necessário, deverá dirigir-se ao fabricante ou a um representante oficial da marca, para que confirme no Modelo 9 IMT que o veículo corresponde a uma homologação nacional.

No caso de não corresponder, será necessário requerer esse processo, nos Serviços Regionais e Distritais do IMT.

 

2. REALIZAR A INSPEÇÃO

Em seguida, o veículo deverá ser submetido a uma inspeção para matrícula, num centro de inspeções autorizado.

 

3. LEGALIZAR O VEÍCULO NOS SERVIÇOS ADUANEIROS

O próximo passo na legalização automóvel consiste em regularizar o veículo junto dos serviços aduaneiros. Na Alfândega, deverá preencher a Declaração Aduaneira de Veículos (DAV) e, seguidamente, pagar o Imposto Sobre Veículos (ISV).

 

4. SOLICITAR CERTIFICADO DE MATRÍCULA

Cumpridas estas etapas, deverá voltar novamente ao IMT e proceder à entrega de todos os documentos referidos, para conclusão do processo e solicitação da matrícula.

O certificado de matrícula, no entanto, só poderá ser emitido depois de regularizada a propriedade na Conservatória do Registo Automóvel, passo após o qual, finalmente, poderá ser requerida a emissão doDocumento Único Automóvel (DUA).

 

5. PAGAMENTO DO IMPOSTO ÚNICO DE CIRCULAÇÃO

Importa ainda relembrar que deve proceder ao pagamento do Imposto Único de Circulação (IUC) numa repartição das Finanças.

 

A DOCUMENTAÇÃO E OS CUSTOS

Para assegurar que está a cumprir todos os requisitos necessários na legalização automóvel, confira na página online do IMT toda a documentação necessária, seja para:

  • Matricula para Ligeiros usados;
  • Matrícula para Ligeiros Novos.

Quanto aos custos, é importante sublinhar que estes variam de acordo com o ano da matrícula, o preço de venda, a emissão de CO2, a cilindrada e a tipologia do combustível.

A morosidade e complexidade dos procedimentos na legalização automóvel tornam clara a razão pela qual algumas entidades oferecem serviços especializados de apoio à importação de veículos.

 

Fonte: Mundo Português

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *