Casa da Música dedica programação de 2021 a Itália

Após um ano de intermitências dedicado a França, a programação de 2021 da Casa da Música, no Porto, abre com um concerto de Ano Novo, no dia 8 de janeiro, a cargo da Orquestra Sinfónica do Porto, dirigida por Martin André.

Já a abertura oficial do ano dedicado a Itália –​ país que já foi tema em 2013 – acontece no dia 15 de janeiro, com uma gala de ópera italiana pela Orquestra Sinfónica do Porto, e também com a direção musical de Martin André. O maestro irá manobrar obras dos compositores Giuseppe Verdi e Giacomo Puccini, interpretadas pela soprano italiana Daniela Schillaci e pelo tenor grego Angelos Samartzis.

Durante a nova temporada, o italiano Luca Francesconi irá assumir o papel de compositor em residência e caberá ao premiado violoncelista francês Marc Coppey o estatuto de artista residente.

Quanto às novidades da programação, é de salientar no dia 17 de janeiro a apresentação do violinista e maestro Fabio Biondi, que ilustra a música milanesa com a Orquestra Barroca; a meio-soprano Christina Daletska, no dia 22, a cantar Luigi Dallapiccola; a integral das Sinfonias de Sibelius; e ainda o regresso aos palcos das formações corais sinfónicas, no último trimestre do ano.

Face às atuais circunstâncias de pandemia, o objetivo será “ir ajustando a programação à evolução da situação”, podendo levar à criação de conteúdos digitais de forma a permitir “mesmo à distância, continuar a cumprir a nossa missão de serviço público num momento em que este é ainda mais necessário”, refere em comunicado o diretor artístico da Casa da Música, António Jorge Pacheco.

 

Foto: José Mota/GI

Fonte: Evasões

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *