fbpx

Roteiro de carro pelo Douro: 12 locais a não perder

Uma das melhores formas de conhecer o vale do rio Douro é fazendo um roteiro de carro ao longo das suas margens e descobrir cada um dos seus segredos.

O vale do rio Douro é uma região encantadora, que encerra muitos locais mágicos a descobrir, por entre o serpentear do rio e a paisagem esculpida ao longo dos séculos pelo Homem. Escolher os locais a não perder ao longo do percurso é uma tarefa difícil, já que existem diversas cidades, vilas e aldeias na região, cada uma com os seus encantos.

O tempo necessário para fazer esta viagem de carro pelo vale do rio Douro depende muito dos seus gostos pessoais e daquilo que achar mais interessante. Há locais que merecem uma paragem demorada e outros que se visitam em menos de 1 hora. Descubra alguns dos melhores locais para visitar no Douro num roteiro de carro.

 

1. Porto e Gaia

monumentos do porto
Porto

Vamos começar pelo local onde o rio termina a sua sinuosa viagem. O Porto é um local que atrai cada vez mais visitantes, contando com vários locais de interesse para os visitantes no seu perímetro, como o seu Centro Histórico, que é Património da Humanidade. Não deixe de estender também a visita a Gaia, nem de visitar as caves do Vinho do Porto (e, já agora, de fazer uma bela prova de vinhos!).

 

2. Ilha dos Amores

Ilha dos Amores
Ilha dos Amores

Siga caminho pela EN222, uma das estradas mais bonitas de Portugal, pelos caminhos cheios de charme e que seguem o percurso do rio, e que une três Patrimónios da Humanidade: o Centro Histórico do Porto, o Alto Douro Vinhateiro e as Gravuras Rupestres de Foz Côa. Mas não deixe de fazer uma paragem em Castelo de Paiva, para descobrir a Ilha dos Amores, um segredo bem guardado e palco de belíssimas histórias de amor.

3. A Casa de Eça

Casa de Tormes
Casa de Tormes

Se é um fã de Eça de Queiroz, ou se quer simplesmente conhecer mais sobre este autor, pondere dar um salto à outra margem do rio, de forma a conhecer a Casa de Tormes, sede da Fundação que celebra a vida e obra deste tão conhecido autor. Descubra os diversos recantos que lhe serviram de inspiração, e não deixe de visitar a sua biblioteca privada. Também encontra aqui o famoso monóculo e a escrivaninha onde o autor escrevia de pé.

4. Peso da Régua

Peso da Régua
Peso da Régua

É a capital da região demarcada do Douro, sendo que daqui partiam os barcos rabelos, que transportavam as pipas até às caves de Gaia, onde o vinho envelhecia e ganhava caráter. Passeie pela cidade, apreciando as diversas casas senhoriais e palacetes, visite o Museu do Douro, caminhe pela centenária Ponte Metálica, ou dê um salto a algumas das quintas de produção do vinho.

5. Miradouro de São Leonardo da Galafura

são leonardo da galafura douro
Miradouro de São Leonardo da Galafura

Não há nada que se compare a apreciar as paisagens do Douro, marcadas pelo rio e pelos socalcos, do cimo de um miradouro, o que explica a existência de tantos. Mas um dos mais famosos encontra-se a 640 metros de altitude e tornou-se num ponto de paragem obrigatório na região, com o escritor Miguel Torga a chamar ao miradouro de São Leonardo da Galafura “um excesso da natureza”.

6. Pinhão

Pinhão
Pinhão

Regressando à EN222, o troço que liga a Régua ao Pinhão é considerado um dos mais bonitos do mundo, e uma das melhores estradas para se conduzir. Após diversas curvas e contracurvas, chega ao Pinhão, onde pode apreciar os painéis de azulejos da Estação de Caminhos de Ferro novecentista, e deliciar-se com os sabores da região nos diversos bares e restaurantes com vista para o rio Douro.

7. Aldeia de São Xisto

São Xisto rio douro
São Xisto

Ao longo do caminho, encontramos muitos motivos para parar, por entre vilas, quintas ou lugares que parecem saídos de um sonho. Um deles é a aldeia de São Xisto, com as suas ruelas, casas típicas em xisto, com lagares de azeite e de vinho, e com o magnífico cais de Ferradosa, onde pode apreciar bem a paisagem que o rodeia.

8. As gravuras de Foz Côa

Gravuras de Foz Côa
Gravuras de Foz Côa

O Parque Arqueológico de Foz Côa é um verdadeiro museu ao ar livre de arte Paleolítico, e um verdadeiro tesouro da Humanidade. Estas gravuras têm dezenas de milhares de anos e sobreviveram até aos nossos dias, esquecidas, até terem sido descobertas por alturas de estudos de viabilização de uma barragem. Aqui encontra centenas de gravuras, divididas por núcleos, e recomendamos uma visita ao Museu do Côa para as compreender melhor.

9. O Cavalo de Mazouco

Cavalo de Mazouco
Cavalo de Mazouco

Parta em direção a Freixo de Espada à Cinta, onde se encontrou o primeiro exemplar de arte Paleolítica ao ar livre na Europa. A estrada para chegar ao Cavalo de Mazouco é estreita e muito sinuosa, com os últimos metros a terem de ser feitos a pé. A gravura ergue-se sobre o rio, e, apesar de ter apenas 62cm de comprimento, impressiona os visitantes.

10. Cruzeiro Ambiental em Miranda do Douro

Miranda do Douro
Miranda do Douro

Chegados ao Parque Natural do Douro Internacional, deixe o carro por algumas horas, e embarque num cruzeiro em Miranda do Douro, de modo a apreciar ainda melhor as maravilhas que a natureza lhe tem aqui para oferecer, terminando a viagem com um cálice de vinho do Porto.

11. Miradouro de Puio

Miradouro da Fraga do Puio
Miradouro da Fraga do Puio

Ainda em Miranda do Douro, visite a aldeia de Picote e perca algum do seu tempo a apreciar as vistas deste magnífico miradouro, de onde pode apreciar a paisagem desafogada em todo o seu esplendor.

12. Miradouro do Penedo Durão

Miradouro do Penedo Durão
Miradouro do Penedo Durão

Não há melhor forma de terminar a viagem do que parando neste miradouro, onde apenas o som das aves de rapina quebra o silêncio. Não deixe de apreciar as majestosas arribas e as montanhas xistosas do Douro.

 

 

 

 

 

 

Fonte: VxMag

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *