fbpx

Castro Laboreiro: uma aldeia medieval em pleno Gerês

A aldeia fortaleza de Castro Laboreiro, localizada no Gerês, está repleto de pontes medievais e vestígios do seu passado. Conheça-a e descubra o que visitar.

Situada em Melgaço, no Parque Nacional Peneda-Gerês, Castro Laboreiro é o local de visita perfeito para quem gosta de natureza, de história e de cultura. Pode por aqui encontrar um pouco de tudo, numa atmosfera que convida ao conhecimento e ao descanso. É uma das mais bonitas e famosas aldeias do Gerês e é um ótimo local para partir à descoberta do parque.

or aqui pode encontrar diversas gravuras e pinturas rupestres, monumentos megalíticos funerários (como as cistas) e mais de uma centena de dólmenes, datados de há mais de 500 anos. Se é um apaixonado por este tipo de património, Castro Laboreiro é um local a não perder. Juntamente com as aldeias de Pitões das JúniasSoajo e Lindoso, é uma das mais ricas em património no Parque Nacional Peneda-Gerês.

Castro Laboreiro conta com diversas pontes no seu território, muitas delas representativas da ocupação romana ou dos tempos medievais. Destacamos as pontes da Dorna, da Capela, Nova, Cava Velha e Velha. Trata-se da aldeia do Gerês com mais património histórico e arquitetónico, repleta de vestígios dos vários povos que por aqui passaram.

 

Castro Laboreiro
Castro Laboreiro

Localizada a mais de 1000 metros de altitude, a aldeia era tradicionalmente muito isolada, sofrendo com os invernos frios e rigorosos. Assim, começaram a ser construídas as inverneiras, segundas casas no vale onde a população pode passar o inverno mais protegida. Ainda hoje a população (cerca de 500 pessoas) reúne os seus pertences quando chega o frio e migra para os vales, onde têm uma segunda habitação, e onde permanecem até março.

Para todos os que querem saber mais sobre esta aldeia típica, o museu é um local a não perder. Aí pode ver os antigos hábitos e tradições desta terra, que chegou a ser conhecida como a terra “das viúvas dos vivos”, já que por aqui ficaram as mulheres dos muitos homens que emigraram em busca de melhores condições. O museu conta com uma documentação vasta, e tem uma típica Casa Castreja anexa, onde pode ver peças de mobiliário, alfaias agrícolas e louças, entre outros objetos.

Outro destaque é o seu castelo, Monumento Nacional imponente e histórico e algo que não pode definitivamente perder quando visitar a região. O castelo remonta ao reinado de D. Afonso Henriques e ao sistema de defesa do reino por ele idealizado. Ao longo dos anos, foi sendo alterado, não só para melhorar as suas defesas, como por consequência de ataques a que foi sujeito.

O orago da aldeia é Santa Maria da Visitação, celebrada na Igreja Matriz. A Igreja é datada do século IX, correspondendo ao período pré-românico. Há, no entanto, marcas de várias fases, com a pia batismal de estilo românico e os contrafortes exteriores góticos. Apesar de tudo, no geral, este Imóvel de Interesse Público tem um aspeto barroco, já que foi reconstruído no século XVIII.

 

Castro Laboreiro
Castro Laboreiro

 

 

 

Fonte: VxMag

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *