fbpx

Casas em Lisboa são 50% mais caras que no Porto

A diferença de preço entre as duas cidades tem vindo a reduzir-se. Há dois anos era de 67% e em 2020 era de 57%.

preço médio dos apartamentos para venda em Lisboa atingiu os 5070 euros por metro quadrado em julho deste ano, 50% mais caro do que os 3373 euros por metro quadrado registado no Porto no mesmo mês, concluiu o Barómetro do Mercado Residencial da Prime Yield.

Segundo o estudo divulgado esta segunda-feira, há cerca de seis meses que Lisboa mantém os valores de oferta acima dos 5000€/m2 e o Porto acima dos 3300€/m2.

Ainda assim, a diferença de preço entre Lisboa e Porto apresenta sinais de redução. Em julho de 2019 era de 67%, no mesmo mês do ano passado ficava-se pelos 57% e atingiu agora os 50%.

Esta redução deve-se ao crescimento mais intenso dos preços no Porto do que em Lisboa, justifica o barómetro. Como revela, a subida homóloga do preço de oferta dos apartamentos em julho no Porto foi de 10,3% e em Lisboa foi de 5,7%. Já um ano antes, o aumento homólogo dos preços no Porto foi de 9,1% e em Lisboa de 2,6%.

Nelson Rêgo, CEO da Prime Yield, lembra que “os preços da habitação continuam a apresentar uma tendência de subida, pois este tem sido um setor em que a procura não só não se contraiu com a pandemia, como até tem revelado uma vitalidade surpreendente”.

Como frisa, “os últimos dados oficiais mostram que se superaram recordes de venda e que o crédito para aquisição não abrandou. E mais do que isso, tem sido um mercado desenvolvido num contexto de baixos níveis de oferta, o que também influenciou o comportamento dos preços”.

Numa análise às Áreas Metropolitanas, a diferença de valores entre a região de Lisboa e a do Porto é um pouco menos vincada. Em julho, os apartamentos em oferta no total da Área Metropolitana de Lisboa tinham um valor médio de 2738€/m2, ficando 33% acima dos 2063€/m2 registados na Área Metropolitana do Porto.

Em julho de 2021, o valor médio dos apartamentos disponíveis para venda na Área Metropolitana de Lisboa estava 7,3% acima do registado em igual período de 2020. Na Área Metropolitana do Porto a subida entre os dois períodos foi de 5,4%.

A 2ª edição do Barómetro do Mercado Residencial da Prime Yield foi elaborada em parceria com os portais SuperCasa/CasaSapo e a plataforma Infocasa.

 

 

 

 

Foto: © Unsplash

Fonte: Dinheiro Vivo

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *